14 de novembro de 2017

Colabore com O Estopim!

O Coletivo de Juventude O Estopim! segue incendiando corações e mentes e continua a campanha de arrecadação financeira militante que tem como objetivo a manutenção das atividades da organização.
Temos iniciativas junto aos mais diversos movimentos sociais, dentre os quais o movimento estudantil, de gênero e diversidade, combate ao racismo, ambiental, mídia livre, direitos humanos etc.
O Coletivo O Estopim! foi o principal impulsionador do Centro Político e Cultural João Leonardo, entidade de formação, cultura e direitos humanos, incentiva a associação ambientalista “Raízes do Semiárido”, constrói DCEs como o da UFBA, centros e diretórios acadêmicos, bem como colabora diretamente com Associação de Casas de Estudantes da Bahia.
Estamos, no atual momento em nosso país, enfrentando um golpe institucional que visa destruir direitos e criminalizar as diversas formas de luta social. Por outro lado, um dos objetivos de O Estopim! é construir um coletivo nacional, contribuir para a construção de uma alternativa socialista para o Brasil e América Latina e pela derrubada do Governo Temer. Como se vê, nossos objetivos não são nada modestos. Nesse sentido, pedimos a sua contribuição militante, seja divulgando essa chamada, ou mesmo, colaborando com qualquer valor!
Conta para depósito:
Vinicius Ferraz Moraes
Banco do Brasil 
CC: 58.728-1
AG: 3457-6
Há Braços de Luta!

Dia de luta

Dia de luta
* Luara Maciel

Meter a rima não tá sendo fácil
As estatísticas não registram nem metade das manas e manos pretos que viraram dados de morte
A violência é posta 
E não tem hora não
A cada segundo mais um corpo preto no chão
Se abro as redes, só notícia que quebra o psicológico e qualquer régua
Ontem perdemos um irmão de luta
Outros muitos na prisão
Nos querem calados mas não o terão
Tá achando que melanina não é potência ?
Sorri de nervoso enquanto escrevia
Porque sei que nossa luta é trabalho de formiga
E é foda continuar, se o sistema taí pra quebrar
E quebra
As companheiras e companheiros estão adoecendo
Que poha esse mundo tá querendo ?
Sabemos
Não adianta clamar por um milagre
Os corpos não vão voltar a vida
O sangue não vai sair do chão
Mas a luta continua
Os que já foram, tão presentes
E assim, seguimos.

* É militante do Coletivo O Estopim! e estudante da UFBA

28 de outubro de 2017

Deixa o povo falar!


* Caio Teixeira

Declaração Universal dos Direitos Humanos
Artigo 19°:
"Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão."

25 de outubro de 2017

Carta Aberta do II Acampamento do Coletivo O Estopim!



Carta Aberta do II Acampamento do Coletivo O Estopim!

Nós do Coletivo O Estopim! acampados no Centro de Estudos e Ação social (CEAS), Salvador, Bahia, nos dias 8 e 9 de Setembro lançamos como síntese da nossa intensa programação de formação política, articulações e planejamento:
Carta Aberta Aos Trabalhadores, Trabalhadoras, Estudantes e Juventudes Do Campo e da Cidade :
O Coletivo O Estopim! está há 9 anos se propondo a incendiar corações e mentes e a organizar de maneira horizontal todos aqueles/as que acreditam na construção de uma sociedade mais justa e menos desigual.
Nos colocamos nas fileiras dos movimento sociais, construindo os CA´s, DA´s, DCE´s, os movimentos de juventude, nas comunidades e periferias, União dos Estudantes da Bahia (UEB), União Nacional dos Estudantes (UNE), Associação de Casas de Estudantes da Bahia (ACEB), em defesa da Assistência Estudantil, nos Conselhos de Juventude, construindo o Centro Político e Cultural João Leonardo, defendendo os direitos humanos, combatendo o racismo, a LGBTfobia, o machismo, construindo a Associação Raízes do Semiárido para uma maior consciência socioambiental.
Com o tema do acampamento "Ocupar, resistir e transformar: por uma juventude socialista e popular" acreditamos que só a partir da organização do povo construiremos uma saída revolucionária e popular.

São grandes os desafios da classe trabalhadora na atual conjuntura de crise econômica e política, aprofundamento do golpe de estado no Brasil, tentativa de golpe na Venezuela, aumentos da tensão no oriente médio e na península coreana, e com uma brutal ofensiva neoliberal sobre os direitos do nosso povo e o crescimento do fascismo. O nosso compromisso é com a luta do povo brasileiro, com a luta dos oprimidos e explorados pelo capital, por isso acreditamos na Frente Povo Sem Medo e na construção da plataforma Vamos! e também nós somamos as luta para emancipação do povo brasileiro que se dá a partir da busca por direitos fundamentais, como o direito ao trabalho, habitação, saúde, educação, mobilidade e acesso, e na ampla aliança na luta contra o fascismo.

O aprofundamento das medidas do desgoverno golpista-ilegítimo estão demonstradas no abafa a operação lava jato que chegou ao PSDB, PMDB, PP, DEM, historicamente aliado do judiciário burguês, e para que a classe trabalhadora pague a conta da crise capitalista, e entregando as riquezas do nosso país aos países imperialistas, retirando assim o futuro dos brasileiros. A educação sofre ataques diários, o corte no orçamento de 2017 é de mais do que 15% em relação ao orçamento de 2014, o congelamentos dos gastos por 20 anos, "escola sem partido", escola com religião e sem filosofia e sociologia, redução da maioridade penal, a perseguição a professores, e estudantes são graves.

As arbitrariedades e as ilegalidades da Operação Lava Jato, o governo golpista, o envolvimento do STF e um legislativo conservador deram espaço para se cogitar uma intervenção militar no Brasil. Repudiamos toda e qualquer iniciativa nesse sentido e propomos que sejam convocadas ELEIÇÕES DIRETAS GERAIS JÁ! por uma saída democrática para a crise.

No que diz respeito a vida das mulheres diante da atual conjuntura, observa-se o crescimento constante do conservadorismo, do ataque dos direitos das mulheres sobre seus próprios corpos, e o retrocesso em conquistas que são fruto de muita luta das mulheres organizadas ao longo da história. Por exemplo a reforma trabalhista, da previdência, a PEC que congelou os investimentos em saúde e educação, medidas essas que trazem pras mulheres que estão na ponta da lança ainda mais violência e opressão.

Os setores cultural e artístico demonstraram ser uma importante ferramenta de enfrentamento ao golpe, se mobilizando contra a extinção do Ministério da Cultura e contra os cortes no orçamento da cultura, apresentando várias linguagens em um contexto cultural de resistência popular.

Acreditamos que os desafios das juventudes organizadas são muitos e que os secundaristas demonstraram no final de 2015 com as ocupações das escolas, o poder dos estudantes organizados.

Estamos dispostos a construir uma ampla unidade com os setores progressistas nas escolas, nas universidades, no campo, nas comunidades e nas ruas para construir uma sociedade mais justa e menos desigual através da educação, para lutar contra Michel Temer, para defender uma educação gratuita, de qualidade e com referência na classe trabalhadora, contra a entrega das riquezas do país e contra a retiradas de direitos.

9 de junho de 2017

Refazendo a UNE - para os/as estudantes, de lutas e de massas (versão completa)


APRESENTAÇÃO
 
Esta é uma contribuição de militantes do Coletivo O Estopim! e de quem queira se somar ao nosso movimento para o 55º Congresso da UNE - CONUNE. Somos jovens que acreditam ser possível construir um novo modelo organizativo e de lutas para o movimento estudantil e para as juventudes. Convocamos as e os estudantes e as juventudes para que juntas/os possamos seguir REFAZENDO A UNE, retomando a tarefa de sermos um movimento estudantil de massas, da classe trabalhadora, socialista e que seja protagonista da transformação social - construindo frentes democráticas e populares para uma mudança radical no sistema econômico e político - contra o monopólio das comunicações, pela garantia de direitos para os/as trabalhadores/as, as mulheres, negros e negras, LGBT+. Por mais cultura, pela reforma agrária e urbana, por mais saúde, educação, respeito ao meio ambiente e pelos direitos humanos, na luta internacionalista e socialista.

7 de junho de 2017

Programação do 55º Congresso da UNE fortalece a luta pela democracia



Debates, grupos de trabalho e atos políticos aglutinam discussões sobre reforma política, criminalização dos movimentos sociais e eleições diretas

Após a grande adesão da população às manifestações do último dia 28 de abril, quando a "Greve Geral" entrou para a história como uma das maiores já realizadas no Brasil e a tomada popular que levou milhares à Brasília no último dia 24 de maio, a União Nacional dos Estudantes reúne jovens de todos os cantos do país e importantes convidados, em Belo Horizonte, para apontar os novos rumos do movimento estudantil, realizar as novas eleições da entidade e intensificar as mobilizações pela democracia hasteando a bandeira das "diretas já".

3 de junho de 2017

Plenária de apresentação da Refazendo a UNE e Cultural de arrecadação

 
Da Coordenação
 
O Coletivo O Estopim! realizará no próximo sábado (10), às 14h, na sede do PSOL-Bahia (Casa Amarela), uma Plenária de apresentação da tese Refazendo a UNE: para os/as estudantes, de lutas e de massas. Logo em seguida ocorrerá uma Cultural de arrecadação para viabilizar nossa ida ao 55º CONUNE.

1 de junho de 2017

A Falsa Polêmica Sobre o Apartidarismo no Movimento Estudantil

 
* Marcelo M Trevisan
 
Ao longo dos anos o Movimento Estudantil foi capaz de produzir quadros políticos de extrema competência tanto para a direita como para a esquerda (José Serra e Vladimir Palmeira por exemplo). Se fizermos uma análise histórica do movimento estudantil organizado, percebemos que ele foi gerado por interesses políticos, mesmo em 1937, durante o período de ditadura de Getúlio Vargas. Sabemos que nessa época, o nacionalismo exacerbado e falta de democracia eram marcas registradas, e o partido, PTB, se infiltrava em todas as organizações. Foi nessa época também, que foi regularizada a situação dos sindicatos. No movimento estudantil não foi diferente.

30 de maio de 2017

Entenda o processo eleitoral do 55º Congresso da UNE

 
Entre 14 e 18 de junho será realizado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, o 55º Congresso da União Nacional dos Estudantes, momento em que estudantes de todos os cantos do país se reunirão para debater pautas sobre a conjuntura política, a educação e o próprio movimento estudantil.

27 de maio de 2017

Liberdade e anistia para Abimael Guzmán!


Abimael Guzmán ou “Presidente Gonzalo” foi a principal liderança da guerrilha peruana “Sendero Luminoso”, fortemente atuante nas décadas de 80 e 90. Quando parcela dos partidos de esquerda, sobretudo na Europa, já haviam abandonado a via revolucionária para a conquista do poder em detrimentos de projetos com forte cunho eleitoral, a América Latina era varrida por uma série de movimentos contestatórios fruto das enormes desigualdades sociais no continente.

23 de maio de 2017

Eleição do CONUNE na UFBA: somos Chapa 1 - QUE A UNE SE PINTE DE POVO



Somos a Chapa 1 - Que A UNE Se Pinte de Povo para o 55º Congresso da União Nacional de Estudantes! O CONUNE é um espaço onde serão decididos os rumos e diretrizes da UNE nos próximos dois anos, bem como a sua direção. Todas as universidades do país tem direito a representação estudantil, incluindo a UFBA!

18 de maio de 2017

O que acontece se Michel Temer cair?

Pela Constituição, serão convocadas eleições indiretas, mas há parlamentares pressionando por “Diretas já"

 
Camila Rodrigues da Silva
A delação premiada de Joesley Batista e o seu irmão Wesley, donos da JBS, publicada nesta quarta-feira (17) no jornal O Globo, colocou no horizonte uma grande possibilidade de impeachment ou renúncia do presidente golpista Michel Temer (PMDB).

16 de maio de 2017

16 de maio de 2001: ainda não esquecemos!

 
Em 16 de maio de 2001, milhares de lutadores e lutadoras protestavam de forma pacífica em marcha pelas ruas do centro de Salvador. O Campo Grande, o Canela, a Graça e os contornos da Universidade Federal da Bahia foram tomados por trabalhadores/as, intelectuais, artistas e estudantes. O objetivo era constranger o então Senador Antônio Carlos Magalhães por suas peripécias no Congresso Nacional.

14 de maio de 2017

41 anos depois, desaparecido político da ditadura será exumado em Palmas de Monte Alto

 
Após quase 42 anos do assassinato do advogado e militante político João Leonardo da Silva Rocha no interior da Bahia, mais precisamente na Fazenda Caraíbas, em Palmas de Monte Alto (distante 840 km de Salvador), no dia 04 de novembro de 1975, está em fase final o procedimento para exumação dos seus restos mortais enterrados no Cemitério Municipal da cidade. Testemunhas que acompanharam o enterro apontam um local aproximado que deve ser escavado para por fim ao mistério que já dura quase cinco décadas. João Leonardo não deixou filhos ou viúva mas tem um irmão mais velho ainda vivo, o também advogado Mario Rocha Filho, baiano radicado no Rio de Janeiro.

11 de maio de 2017

Boas-vindas aos/as calouros/as da UFBA


O Coletivo O Estopim! vem através desta mensagem dar boas-vindas a todos/as os/as calouros/as que estão adentrando na Universidade Federal da Bahia – UFBA em 2017.

9 de maio de 2017

Campanha de arrecadação financeira do Coletivo O Estopim! rumo ao 55º CONUNE


 
O Coletivo O Estopim! desde sua fundação sempre prezou pela independência financeira frente aos governos e reitorias. Acreditamos que a autonomia política de toda organização que se pretende revolucionária perpassa por uma consolidada política de finanças que garanta a execução de suas atividades sem influencias externas.

6 de maio de 2017

Nota sobre os 40% da meia-entrada e a obrigatoriedade de apresentação das carteirinhas



O ano era 2013. Pós-jornadas de junho/julho. Momento de intensas mobilizações por todo Brasil. Estudantes e trabalhadores/as saíram às ruas para barrar o aumento das tarifas do transporte público e exigir mais direitos.

2 de maio de 2017

Avaliação do 2º Seminário Nacional do Campo Popular

 
Aconteceu na capital paulista, durante o 65º CONEG da UNE, nos dias 16 e 17 de março, o 2º Seminário Nacional do Campo Popular. Dividido em dois dias, o seminário foi essencial para que o Campo pudesse fazer um balanço sobre sua existência, bem como apontar seus acertos e erros ao longo desses anos. Também foi fundamental para pensar e planejar as nossas ações enquanto campo para os próximos desafios que estão colocados.

30 de abril de 2017

Já tem luta, e O Estopim! está presente nela!


Nós, do Coletivo O Estopim!, completaremos neste 1º de maio de 2017 nove anos de muita luta. Há 9 anos nos colocamos nas fileiras dos movimentos sociais por entender a importância da organização na busca pela garantia de direitos individuais e coletivos. Há 9 anos nos propomos a organizar aqueles e aquelas que acreditam na construção de uma sociedade mais justa e menos desigual.

27 de abril de 2017

Nota de repúdio a mais uma condenação arbitrária de Rafael Braga

 
O Coletivo O Estopim! vem a público repudiar veementemente mais uma condenação arbitrária de Rafael Braga. Agora o mesmo foi sentenciado a 11 anos e 3 meses de prisão por suposto tráfico de drogas e associação ao tráfico.

25 de abril de 2017

A farsa neoliberal do rombo da Previdência Social



* Alex Pacheco

A grande marca do neoliberalismo é sem dúvida o desmantelamento de qualquer forma de Social Democracia, isto é, é a retirada dos fundos públicos destinados aos direitos sociais para outros setores do Estado. Esses direitos são abolidos, transformados em "serviços" e comercializados no mercado.

23 de abril de 2017

"Se o presente é de luta, o futuro nos pertence": todos/as às ruas dia 28!


Da Coordenação
 
A Greve Geral do dia 28 de abril, convocada pelas centrais sindicais brasileiras, com apoio das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, a cada dia ganha mais força. O objetivo desse movimento unificado é barrar as Reformas da Previdência e Trabalhista, bem como lutar pela revogação da lei da terceirização irrestrita.

20 de abril de 2017

A banalização da delação premiada e a corrupção nossa de cada dia

 
* Léo Coutinho

A conjuntura está complexa. Fato. E, ao que tudo indica, ficará cada vez pior.
 
O conceito de delação premiada – isto é, o benefício concedido a um réu para que o mesmo preste informações úteis a elucidação de fato delituoso – parece estar sendo ressignificado nos últimos períodos.

18 de abril de 2017

Consequências dos ataques americanos a Síria

 
Da Coordenação

Quando ainda era candidato à presidência dos Estados Unidos, o então presidenciável Donald Trump afirmou em algumas ocasiões a sua disposição de corrigir o rumo da política externa americana, especialmente na Síria. Em que pese a dificuldade geral em atribuir qualquer traço padronizável a sua administração, o que chama atenção é que ninguém alertou, com maior ênfase, o papel do Estado americano neste jogo.

15 de abril de 2017

REFAZENDO A UNE: pré-tese do Coletivo O Estopim! rumo ao 55º Congresso da UNE - CONUNE

 
Esta é uma contribuição de militantes do Coletivo O Estopim! e de quem queira se somar ao nosso movimento para o 55º Congresso da UNE - CONUNE. Somos jovens que acreditam ser possível construir um novo modelo organizativo e de lutas para o movimento estudantil e para as juventudes. Convocamos os/as estudantes e as juventudes para que juntos/as possamos seguir REFAZENDO A UNE, retomando a tarefa de sermos um movimento estudantil de massas, da classe trabalhadora, socialista e que seja protagonista da transformação social - construindo frentes democráticas e populares para uma mudança radical no sistema econômico e político - contra o monopólio das comunicações, pela garantia de direitos para os trabalhadores, as mulheres, negros e negras, LGBT+. Por mais cultura, pela reforma agrária e urbana, por mais saúde, educação, respeito ao meio ambiente e pelos direitos humanos, na luta internacionalista e socialista.

12 de abril de 2017

Avaliação do 65º CONEG da UNE


 
Aconteceu entre os dias 17 e 19 de março, na Faculdade Zumbi dos Palmares, capital paulista, o 65º Conselho Nacional de Entidades Gerais - CONEG da UNE. O conselho contou com mais de 400 entidades credenciadas e reuniu aproximadamente 500 estudantes, contando com debates sobre as Reformas da Previdência e Trabalhista, o PL da terceirização, o combate às opressões e melhorias no ensino superior.

8 de abril de 2017

Mais uma vez a Síria


Da Coordenação

Bastaram alguns dias desde o debate realizado no Instituto de Matemática da Universidade Federal da Bahia para que ruísse a já frágil argumentação da "esquerda" pró imperialista sobre o que se passa na Síria. Seria engraçada se não fosse trágica a situação de conflito que se arrasta a seis anos naquele pequeno e estratégico país do Oriente Médio, na luta pelo direito de autodeterminação do seu povo. (Link do debate que foi transmitido pela Mídia Ninja: https://www.facebook.com/MidiaNINJA/videos/853227174835429/?pnref=story)

29 de março de 2017

Dia 31 vai ser maior: rumo a Greve Geral


 
Da Coordenação
 
As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo estão convocando para a próxima sexta-feira (31) o Dia Nacional de Mobilização contra as Reformas da Previdência, Trabalhista, a aprovação da terceirização irrestrita e para acumular forças rumo a Greve Geral.
 

26 de março de 2017

DCE-UFBA debate o conflito Sírio e o novo jogo do Oriente Médio

 
Da Coordenação
 
Na próxima terça-feira, 16h, o DCE-UFBA, em parceria com a União dos Estudantes da Bahia (UEB) e a União Nacional dos Estudantes (UNE), realizarão o debate: "O conflito Sírio e o novo jogo do Oriente Médio", no auditório do Instituto de Matemática da UFBA. Como desdobramento de uma polêmica que se desenvolveu com o PSTU e a sua postura totalmente adaptada ao imperialismo americano nos conflitos do Oriente Médio, teremos a oportunidade de debater publicamente as nossas posições acerca do tema.

22 de março de 2017

Entre a carne e o rio – onde a esquerda se perdeu?



Por Isadora Salomão*

Nessa semana dois fatos influenciaram a política brasileira: A operação da PF, denominada Carne Fraca, que denuncia empresas nacionais e órgãos do Governo Federal de adulteração de alimentos em troca de dinheiro, e a disputa de quem foi o pai da Transposição do Rio São Francisco, tendo Alckmin, Lula, Dilma e uma pá de figuras expoentes da nossa política – que se colocam à direita e à esquerda do espectro político – fazendo de tudo para convencer do parto da criança.

19 de março de 2017

"Muda PT": da insatisfação ao ajuste

Da Coordenação


A nossa recente ruptura com o Partido dos Trabalhadores jamais significou virar as costas para a importante, e viva, força social que esta ferramenta ainda possui no conjunto da sociedade e da classe trabalhadora. Aliás, foi para manter a nossa coerência política que esgotamos todas as vias e experiências das disputas internas que nos dispusemos a realizar ao longo de todos esses anos.

16 de março de 2017

Milhares de manifestantes vão as ruas contra a Reforma da Previdência

Saída da manifestação no Campo Grande. Foto: Humberto Guanais
 
Da Coordenação
 
O Dia Nacional de Paralisação Contra a Reforma da Previdência foi marcado por grandes atos de rua em todo Brasil. Convocado pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, este dia demonstrou que o povo brasileiro rechaça qualquer possibilidade de retirada de direitos.

14 de março de 2017

65° CONEG da UNE

 
Da Coordenação
 
A União Nacional dos/as Estudantes (UNE) realizará entre os dias 17 e 19 de março na capital paulista o 65° Conselho Nacional de Entidades Gerais - CONEG.

12 de março de 2017

15 de março: todos/as às ruas contra a Reforma da Previdência!

 
Da Coordenação

As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo estão convocando para a próxima quarta-feira (15) o Dia Nacional de Paralisação contra a Reforma da Previdência. Uma série de atos estão sendo planejados em todo Brasil para este dia com o intuito de barrar mais esse ataque a classe trabalhadora.

8 de março de 2017

SER MULHER: REFLEXÕES SOBRE UMA CULTURA DE EMBATES E RESISTÊNCIAS

 
 
*Taísa Ferreira
 
As reflexões desenvolvidas no bojo da militância e da vivência universitária me suscitaram a escrever sobre os embates e resistências que permeiam a vivência das mulheres na sociedade, neste sentido me proponho a trazer algumas considerações sobre os enfrentamentos vividos a partir do entendimento de que pertencer a um ou outro sexo diferencia atitudes, crenças e códigos numa determinada sociedade.

Desabafo lilás


* Bruna Jacob

Hoje é 8 de março: O tradicional dia de distribuição de flores pras mulheres.

Ganhamos flores nos supermercados, lojas, em casa e no trabalho.

Mas respeito que é bom: N-A-D-A!

Recebemos flores em todos os 8 de março.

7 de março de 2017

Nota pública – esclarecimentos sobre a postura e nota do PSTU em relação a Síria





"Expor aos oprimidos a verdade sobre a situação é abrir-lhes o caminho da revolução." - Leon Trotsky
 
 

Na semana passada fomos informados sobre uma nota do PSTU acerca dos acontecimentos que se desenvolvem no Oriente Médio, mais especificamente na Síria. A nota, a qual deixaremos o link ao final deste texto, tem o título: "Repúdio às difamações sofridas pelo PSTU sobre o tema da Síria" e apresenta um conjunto de argumentos que trataremos um a um. Em que pese as nossas diferenças abissais com a política, a postura e a conduta da militância deste partido, saudamos que tenham feito a opção pelo debate após ensaiarem ameaças veladas.

5 de março de 2017

Bolinho de Estudante agita Circuito Dodô com MicroTrio de Ivan Huol e Márcia Castro


Microtrio rodeado pelos foliões na tarde de domingo na altura do Farol da Barra. Foto: Raquel Franco


Na sua terceira edição, o Bolinho trouxe o tema de baile à fantasia, com direito a "adereçaço" e distribuição de acessórios e fantasias para os foliões.

Por Raquel Franco em 27/02/17
Salvador

 
No último domingo de carnaval (26), aproximadamente às duas da tarde, o Bolinho de Estudante abriu o desfile no Circuito Dodô (Barra/Ondina) conduzido pelo Microtrio de Ivan Huol, com a participação especial da cantora baiana Márcia Castro.

2 de março de 2017

Questão racial e luta de classes


 
* Léo Coutinho

Primeiramente - além do clássico e pouco produtivo Fora Temer - é preciso trazer alguns conceitos necessários à compreensão deste texto. São eles:

Luta de classes - segundo Marx, luta de classes são conflitos entre as diferentes classes sociais, que possuem interesses antagônicos entre si, podendo se desenvolver a partir de elementos políticos, econômicos ou ideológicos.

25 de fevereiro de 2017

Folia e protesto no Carnaval de Salvador: mais um Fora Temer

 
 
Da Coordenação
 
Ocorreu ontem (24), no Circuito Osmar, Centro de Salvador, mais um protesto contra o governo golpista de Michel Temer. Russo Passapusso, vocalista da BaianaSystem, puxou o saudoso Fora Temer e levou os/as foliões/foliãs ao delírio na capital baiana.

22 de fevereiro de 2017

Receitas de crise




* Diego Rabelo

A quebra dos títulos hipotecários nos EUA a partir de 2008 colocou mais uma vez em cheque a administração do sistema financeiro americano feito pelos mesmos donos das bancas de Wall Street. Quando as principais revistas especializadas em economia dispararam na direção de que essa era a pior crise do capitalismo moderno, elas não estavam, nem de longe, brincando de vender tabloides sensacionalistas.

14 de fevereiro de 2017

Avaliação da 10º Bienal da UNE

 
 
Aconteceu entre os dias 29 de janeiro e 01 de fevereiro de 2017, no Centro Dragão do Mar de Cultura e Arte, em Fortaleza-CE, com o mote "Feira da Reinvenção", a 10º Bienal da União Nacional dos/as Estudantes - dando início as comemorações dos 80 anos da nossa entidade máxima de representação.

Segundo a direção da UNE, cinco mil estudantes de todo o Brasil participaram desta edição. O público teve acesso a parte da cultura e das artes produzidas atualmente nas universidades pelo Brasil, bem como tiveram a oportunidade de acompanhar uma série de debates e amostras com convidados/as das áreas do teatro, música, cinema e literatura.

14 de janeiro de 2017

Chega de aumento. Passe livre já!


 

A história se repete. Praticamente todo início de ano é assim: a prefeitura de Salvador, hoje capitaneada pelo golpista ACM Neto, o afamado grampinho, em conluio com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador - SETEPS, aumentou mais uma vez o valor do transporte público da capital baiana - um dos piores e mais caros do Brasil.